Cookie Consent by Privacy Policies Generator website

Vou iniciar o tratamento de radioterapia, o que devo saber?

A radioterapia é um tratamento que utiliza a radiação para destruir ou impedir o crescimento das células de um tumor, controlar sangramentos e dores e reduzir tumores que estejam comprimindo outros órgãos. Durante as aplicações, você não conseguirá ver a radiação nem sentirá dor.

A radioterapia também atinge as células sadias, mas como elas possuem capacidade maior de se regenerarem do dano causado pela radiação, na maioria das vezes, o tumor é destruído e as células normais se recuperam após o término do tratamento.

Nessa fase, algumas dúvidas vão surgir e é normal que você queira conversar. Por isso, conte com a nossa equipe multidisciplinar, composta por médicos, enfermeiros, farmacêuticos, nutricionistas e técnicos em radioterapia, que acompanhará cada etapa do seu tratamento. Eles vão apoiar e ajudar você com dicas de como minimizar os possíveis efeitos colaterais para que você se recupere da forma mais confortável possível.

 

O tipo de radioterapia para o seu tratamento será indicado pelo seu médico.
A radiação não dói.

A sessão dura em média de 5 a 10 minutos.

Você não consegue ver a radiação.

 

Aplicações

Você começará a receber as aplicações fracionadas em vários dias, realizadas de segunda a sexta, no mesmo horário, com exceção de feriados e datas de manutenções preventivas do equipamento. Você ficará na sala de tratamento entre 10 e 20 minutos, dependendo da complexidade, da técnica utilizada e das condições clínicas do paciente. As aplicações são indolores e, geralmente, os pacientes saem bem, sem sintomas.

Por razões de proteção radiológica, você permanecerá sozinho dentro da sala, mas será observado por meio de um sistema de áudio e vídeo.

Caso sinta algum mal-estar durante este período, acene para o técnico, que o tratamento será interrompido imediatamente. Mantenha-se relaxado e calmo, tente respirar normalmente e não se mexa durante as sessões.

 

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais dependem da região que você está tratando e variam de pessoa para pessoa. Ou seja, se uma pessoa teve náuseas e vômito não significa que você também terá. Em linhas gerais, os efeitos mais comuns são cansaço e alterações na pele.

A radioterapia só afeta a área do corpo em que o tumor está localizado. Você não terá queda de cabelo, a menos que seu tratamento tenha como alvo a região da cabeça. E se você perder seu cabelo, ele voltará a crescer após o término do tratamento.

Os efeitos colaterais tendem a ser mais intensos se você estiver fazendo radioterapia e quimioterapia ao mesmo tempo.

 

Cansaço

O cansaço é comum durante o tratamento e pode durar algum tempo mesmo após seu término.

Procure descansar bastante e fazer alguns exercícios leves, como caminhadas curtas. Isso vai lhe dar mais energia e ajudar a manter os músculos trabalhando.

Programe suas atividades diárias, estabeleça prioridades e realize intervalos menores de descanso. Você pode sentir mais disposição se realizar descansos de 10 a 15 minutos ao longo do dia, ao invés de tirar um cochilo por um longo tempo. Dormir até uma hora durante o dia ajuda a recuperar o ânimo e não prejudica seu sono noturno.

Peça ajuda aos familiares e amigos nas atividades do dia a dia, como cozinhar, arrumar e limpar a casa. Para facilitar as refeições, tenha sempre por perto comidas de fácil consumo, como sopas, iogurte, queijos, frutas e legumes e claro, respeitando seu corpo.

 

Lesões da pele

Durante o tratamento, a pele na área irradiada pode ficar vermelha ou mais escura, tornando-se dolorida, seca, escamosa ou coçando por alguns dias ou semanas, ou após o término.

Em alguns casos, a pele pode começar a descascar, como se fosse uma queimadura solar. Isso, geralmente, cicatriza dentro de algumas semanas. Entretanto, seu médico e equipe de enfermagem irá orientar sobre a melhor maneira de cuidar dela durante o tratamento.

Algumas recomendações importantes são:

  • Apare os pelos da barba com tesoura ou barbeador elétrico. Evite o uso de lâminas ou ceras para não ferir a pele;
  • Após a aplicação da radiação até 3x ao dia, deve ser aplicada uma camada fina de creme hidratante indicado pelo enfermeiro, massageando o local com leveza até perceber que a pele esteja quase seca;
  • Antes de iniciar cada aplicação do tratamento da radioterapia, a pele deve estar limpa, sem resíduos de quaisquer cremes ou pomadas;
  • Banhos quentes devem ser evitados. O recomendado é tomar banho com água morna e sabonete não perfumado, de preferência neutro;
  • Não expor a área tratada ao sol e a banhos de mar ou piscina;
  • Ao fazer curativo na pele, não se recomenda o uso de esparadrapos ou adesivos na região irradiada. De preferência, devem ser usadas ataduras para fixação. Em caso de aparecimento de feridas na área tratada, seguir a orientação do enfermeiro ou do médico;
  • É necessário que o paciente beba, no mínimo, de dois a três litros de líquido por dia (água, sucos, água de coco, chás e outros), para manter a pele hidratada. Caso tenha alguma restrição para beber líquidos, deve seguir a recomendação médica. • Evite o uso de roupas apertadas;

Os cuidados, como, não usar perfume, roupas apertadas e não se barbear, são apenas para a área que está recebendo as aplicações. Outras regiões do corpo não precisam desses cuidados especiais;

 

Durante o tratamento vão surgir muitas dúvidas. Converse com seu médico e com toda a equipe de profissionais. Eles são as melhores pessoas para auxiliar você.

 

Escrito por Fernanda Gonçalves

Enfermeira da Radioterapia – Unidade de Pouso Alegre

 

Referências:

Instituto Nacional de Câncer (INCA)

Sociedade Brasileira de Radioterapia (SBRT)