Câncer

Apesar de todos os avanços da ciência, o câncer ainda assusta e causa medo a cada novo diagnóstico. Não é para menos, a mortalidade ainda é alta em alguns tipos da doença, tendo isso em mente, o melhor caminho é, sem dúvida, o da prevenção. Para ajudar não só na prevenção da doença, mas na busca de uma melhor qualidade de vida, a Oncominas lista os principais fatores de risco, como fazer para se proteger e ter uma vida mais saudável

COMO A BOA ALIMENTAÇÃO AJUDA A PREVENIR O CÂNCER

Uma alimentação rica em frutas, legumes, verduras, cereais integrais, feijões e outras leguminosas podem prevenir de 3 a 4 milhões de casos novos de câncer a cada ano no mundo. Embora a genética seja um fator importante no surgimento do câncer, pesquisas conduzidas nas últimas décadas mostram que o meio ambiente em que vivemos tem um papel central na origem da doença. Assim, diferentes fatores ambientais aos quais estamos expostos, como cigarro, poluição, radiação solar e vírus, são reconhecidos como causadores

Menos tabaco, menos riscos

Quanto mais tempo uma pessoa fuma, maior seu risco para doenças de pulmão. Parar de fumar a qualquer momento traz benefícios para a saúde, mas não significa que o corpo está a salvo dos males causados pelo tabagismo. Os benefícios de parar de fumar: – 20 minutos após o último cigarro é quando se normaliza os batimentos cardíacos; – 3 meses o risco de infarto declina e a função pulmonar começa a melhorar; – 9 meses a tosse e a falta de ar

Cuidados durante o tratamento de um câncer

O diagnóstico de um câncer pode mudar completamente a vida de uma pessoa, principalmente quando falamos dos efeitos colaterais que a doença pode acarretar na rotina do paciente. No entanto, poucas pessoas se preocupam com a saúde do coração durante o tratamento contra algum tipo de neoplasia. Alguns remédios utilizados podem trazer diversos problemas para o bom funcionamento do coração, como, por exemplo, certos quimioterápicos, que podem causar insuficiência cardíaca. De acordo com a médica da Oncominas, Dra. Renata Dias, a

Qualidade de vida: a principal inimiga do câncer

ALIMENTAÇÃO NÃO SAUDÁVEL Muitos alimentos são associados ao processo de desenvolvimento de câncer, principalmente na mama, cólon, reto, próstata, esôfago e estômago. Certos alimentos contêm agentes cancerígenos na composição e devem ser evitados. É o caso das carnes processadas e de embutidos como salsicha, linguiça, mortadela e salame. As carnes grelhadas, em razão da exposição da proteína à alta temperatura, podem formar substâncias cancerígenas. O churrasco, acaba impregnado pelo alcatrão, proveniente da fumaça do carvão, o mesmo encontrado na fumaça do