Fatores de Risco

Apesar de todos os avanços da ciência, o câncer ainda assusta e causa medo a cada novo diagnóstico. Não é para menos, a mortalidade ainda é alta em alguns tipos da doença, tendo isso em mente, o melhor caminho é, sem dúvida, o da prevenção. Para ajudar não só na prevenção da doença, mas na busca de uma melhor qualidade de vida, a Oncominas lista os principais fatores de risco, como fazer para se proteger e ter uma vida mais saudável

NÃO É MITO: FUMANTE PASSIVO ESTÁ SUJEITO, SIM, A CÂNCERES, DERRAMES E ALERGIAS

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), há aproximadamente dois bilhões de pessoas que estão no grupo de fumantes passivos no mundo. A OMS estima também que o contingente de indivíduos expostos ao problema chega a ser de 14,5 milhões de pessoas no Brasil. Fumantes passivos têm 30% de chance a mais de desenvolver câncer de pulmão. Está bem documentado o aumento do risco de câncer de pulmão, bexiga, rim dentre outros tipos de câncer entre os fumantes passivos. Outras

Qualidade de vida: a principal inimiga do câncer

ALIMENTAÇÃO NÃO SAUDÁVEL Muitos alimentos são associados ao processo de desenvolvimento de câncer, principalmente na mama, cólon, reto, próstata, esôfago e estômago. Certos alimentos contêm agentes cancerígenos na composição e devem ser evitados. É o caso das carnes processadas e de embutidos como salsicha, linguiça, mortadela e salame. As carnes grelhadas, em razão da exposição da proteína à alta temperatura, podem formar substâncias cancerígenas. O churrasco, acaba impregnado pelo alcatrão, proveniente da fumaça do carvão, o mesmo encontrado na fumaça do