Dicas

Apesar de todos os avanços da ciência, o câncer ainda assusta e causa medo a cada novo diagnóstico. Não é para menos, a mortalidade ainda é alta em alguns tipos da doença, tendo isso em mente, o melhor caminho é, sem dúvida, o da prevenção. Para ajudar não só na prevenção da doença, mas na busca de uma melhor qualidade de vida, a Oncominas lista os principais fatores de risco, como fazer para se proteger e ter uma vida mais saudável

Alimentação e festas de fim de ano para pacientes oncológicos

Dezembro chegou e com ele as festas de fim de ano, época em que participamos de inúmeros eventos, celebramos com nossos familiares e amigos, enquanto saboreamos diversas comidas festivas e deliciosas. Muitos pacientes em tratamento oncológico têm dúvidas sobre a ingestão alimentar nessas comemorações, pois afinal devemos nos restringir em momentos tão importantes, uma vez que a alimentação é um momento social em que aproveitamos junto com pessoas queridas? Este texto é para auxiliar os pacientes em tratamento oncológico a ter uma

Novembro Azul Oncominas: Unindo forças, prevenimos mais

No dia 17 de novembro é comemorado o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata. A campanha iniciou-se em 2003, na Austrália, e tinha o objetivo de alertar os homens para o cuidado com a saúde, com foco principal no diagnóstico precoce de câncer de próstata. O câncer de próstata é o câncer que mais acomete os homens, ao se excluir o câncer de pele não melanoma. Para o ano de 2023, a estimativa do INCA, Instituto Nacional de Câncer,

É câncer! De onde veio isso, doutor?

Muitas vezes, em meu consultório, após o paciente receber o diagnóstico de um câncer, é comum ouvir a pergunta: doutor, de onde isso veio? A medicina já tem um entendimento bastante razoável das causas do desenvolvimento do câncer. Em primeiro lugar, como apresentei no artigo anterior, sabemos que o câncer é uma doença genética, ou seja, o problema se inicia no material genético dentro das células que contêm as instruções de como elas devem funcionar. Essas instruções estão

É câncer. E agora, doutor?

A palavra câncer sempre foi muito carregada de significado. Lembro-me de quando criança, os mais velhos evitavam inclusive pronunciar tal palavra. Comentavam que fulano ou cicrano havia falecido “daquela doença”. Isso porque essa palavra câncer usualmente está associada à morte. E não é qualquer morte. É morte rápida e morte sofrida. Essa associação muitas vezes não é verdadeira. Precisamos acabar com alguns mitos errados sobre essa doença, e esse será o nosso desafio agora. Vamos juntos? Primeiramente, precisamos entender o que