Câncer de Próstata

Apesar de todos os avanços da ciência, o câncer ainda assusta e causa medo a cada novo diagnóstico. Não é para menos, a mortalidade ainda é alta em alguns tipos da doença, tendo isso em mente, o melhor caminho é, sem dúvida, o da prevenção. Para ajudar não só na prevenção da doença, mas na busca de uma melhor qualidade de vida, a Oncominas lista os principais fatores de risco, como fazer para se proteger e ter uma vida mais saudável

Tratamento de câncer de próstata: Hormonioterapia

A hormonioterapia é um tratamento muito usado para o câncer de próstata. As células tumorais do câncer prostático respondem ao estímulo da testosterona, um hormônio que é convertido em um subtipo mais potente na próstata. O bloqueio na produção da testosterona faz com que o câncer de próstata “morra de fome”, não recebendo estímulo para a divisão celular e consequente crescimento tumoral.

Câncer de Próstata: Qual o tratamento?

O tratamento do câncer de próstata pode ser através da cirurgia ou radioterapia em associação ou não com hormonioterapia. A indicação de cirurgia ou radioterapia deve ser feita através de uma equipe multidisciplinar com urologistas, radioterapeutas e oncologistas.

Câncer de Próstata: Você sabe como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é feito através da biopsia guiada por ultrassom, mas dois exames são fundamentais no rastreamento desta doença silenciosa: o PSA e o exame de toque retal. – O PSA – Antígeno Prostático Específico – é um exame de sangue que auxilia no diagnóstico do câncer de próstata e na hiperplasia prostática benigna. – O toque retal é feito pelo Urologista e avalia a consistência e o tamanho da próstata. Estes dois exames associados conseguem auxiliar ao médico para indicar a biópsia

Câncer de Próstata: quais os sintomas?

O câncer de próstata pode ser assintomático, ou seja, não apresentar sintomas. Porém, os mais comuns estão relacionados ao fluxo urinário: dificuldade para iniciar a micção, jato urinário fraco ou em gotejamento, dor para urinar, micção frequente ou sensação de não ter esvaziado totalmente bexiga. Estes sintomas também podem estar presentes na Hiperplasia Prostática Benigna, uma patologia que causa o inchaço da próstata e necessita ser investigada e tratada. Outros sintomas como dor nas pernas, dor na parte baixa do abdômen