Câncer de Próstata

Apesar de todos os avanços da ciência, o câncer ainda assusta e causa medo a cada novo diagnóstico. Não é para menos, a mortalidade ainda é alta em alguns tipos da doença, tendo isso em mente, o melhor caminho é, sem dúvida, o da prevenção. Para ajudar não só na prevenção da doença, mas na busca de uma melhor qualidade de vida, a Oncominas lista os principais fatores de risco, como fazer para se proteger e ter uma vida mais saudável

Estou com câncer de próstata, e agora?

Calma. Se diagnosticado precocemente, as chances de cura são enormes. A melhor escolha do tratamento é feita por um médico especializado. Cirurgia oncológica, radioterapia e até mesmo observação vigilante, em alguns casos especiais, ajudam a vencer o tumor.

Quais os principais cuidados para se prevenir do câncer de próstata?

A visita ao urologista depois dos 50 anos é vital para não se ter o câncer. Alimentação saudável, exercícios físicos e não fumar também ajudam bastante a evitar a doença. A qualidade de vida, no geral, hoje está intimamente ligada a uma vida sem problemas. Manter uma rotina que privilegie sua saúde física, mental e emocional aumentam as chances de uma vida longe do câncer de próstata.

Quais são os principais sintomas do câncer de próstata?

Na fase inicial, os sintomas não são muito visíveis, por isso a importância em consultar o urologista regularmente. Caso o homem tenha dificuldade para urinar, o jato urinário esteja fraco, exista dor ou queimação e vontade frequente de ir ao banheiro ou perceba sangue na urina ou no sêmen, procure o seu urologista imediatamente.

Tratamento de câncer de próstata: Radioterapia

A radioterapia exerce papel fundamental no tratamento de câncer de próstata e está indicada em tumores localizados, com finalidade curativa, e, em algumas situações, pode ser aplicada em doença metastática. As técnicas mais utilizadas são: 3D conformacional e IMRT (Radioterapia de Intensidade Modulada). A IMRT permite ser aplicada em doses maiores no tumor e poupa os tecidos normais, quando comparada a técnica 3D. Na Oncominas, possuímos além de IMRT, uma nova técnica, chamada VMAT (Arcoterapia volumétrica modulada), que trata de maneira mais