ATIVIDADE FÍSICA REGULAR REDUZ O RISCO DE CÂNCER

DE ACORDO COM UM NOVO ESTUDO, A PRÁTICA REGULAR DE EXERCÍCIO DIMINUI A PROBABILIDADE DE DESENVOLVER QUALQUER TIPO DE TUMOR

Cerca de 10 mil novos casos de câncer, entre eles o de mama e o de cólon, poderiam ser evitados no Brasil se houvesse mais adesão à prática da atividade física entre a população. Em 2018, a estimativa é de 36 mil novos casos de câncer colorretal e cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama. Os resultados fazem parte de uma pesquisa feita no Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), em parceria com a Universidade de Harvard, Universidade de Cambridge e Universidade de Queensland. Um artigo sobre o assunto foi publicado na revista científica internacional Cancer Epidemiology em julho de 2018.
A prática regular da atividade física influencia no controle de peso e no nível de gordura, além de atuar diretamente sobre hormônios e marcadores inflamatórios. A falta dela aumenta o risco de incidência de alguns tipos de câncer, principalmente os que foram objetos de estudo, o de mama e o de cólon.